Blake Lively Brasil

O site Women’s Wear Daily, mais conhecido como WWD, esteve presente na exibição especial de All I See Is You, que aconteceu no dia 16 de outubro, onde a Blake contou algumas curiosidades sobre seu novo filme. No evento também estavam presentes Ryan Reynolds, ator e marido da Blake, e Gigi Hadid, modelo e amiga da atriz.

“Bangkok e Phuket na Tailândia, e também filmamos em Barcelona e alguns dias em Vancouver na verdade”, disse Blake. “Foram 12 semanas no total, então passamos cerca de um mês em Barcelona e Solsona e depois passamos cerca de dois meses na Tailândia”.

O diretor e colecionador Marc Forster descreve o filme como “uma história de amor obsessiva”. “É um drama psicológico”, ele descreveu. Independentemente do gênero, Forster pretendia criar um filme inspirado em outra forma de arte: a pintura.

“Você sabe, eu adoro pintar. Sempre quis fazer algo que pudesse encontrar um personagem que, em última análise, imitasse pintura no cinema. E eu sempre disse, os pintores são os tais artistas. Como cineasta, você sempre é como uma prima pobre”.

 

Eventos e Aparições | Appearances & Events > Eventos e premiações > 2017 > 16/10 | Exibição especial de “All I See Is You”, em NY

Eventos e Aparições | Appearances & Events > Eventos e premiações > 2017 > 16/10 | After party da exibição especial de “All I See Is You”, em NY

 

Fonte | Tradução e adaptação – Blake Lively Brasil

Durante um evento especial de All I See Is You, realizado no dia 16 de outubro no Le Cirque em New York, Blake conversou com a imprensa e contou algumas curiosidades sobre seu novo filme, que estreia dia 27 de outubro nos cinemas americanos.

Blake falou sobre como foi seu treinamento para interpretar uma mulher cega no filme. Ela se preparou o papel com a ajuda de um amigo, Ryan Knighton, que começou a perder a visão aos 18 anos. “Ryan me ajudou a aprender a caminhar com uma vara, e eu lembro de [filmar] na Tailândia e ser como, ‘Oh Deus, nós nunca fizemos escadas!’. Eu tive que chamá-lo da Tailândia e perguntar: ‘Como eu desço as escadas com uma vara?'”. Ela continuou, “Eu usei lentes que tiraram minha visão”. Knighton brincou dizendo “Quando você fica cego, o que eles não dizem é que você vai se tornar uma pessoa inspiradora. É uma espécie de pior parte disso. Mas a melhor parte é quando você obtém um roteiro como o que o [escritor/diretor] Marc [Forster] me enviou”.

 

Inicio > Eventos e Aparições | Appearances & Events > Eventos e premiações > 2017 > 16/10 | Evento especial de “All I See Is You”, em NY

 

Fonte | Tradução e adaptação – Blake Lively Brasil

outubro 18, 2017  Priscila No comments Entrevistas

Blake Lively teve um dia cheio na última terça-feira, dia 16 de outubro. Ela participou de diversos eventos especiais para a divulgação de seu novo filme, All I See Is You, que estreia dia 27 de outubro nos cinemas americanos.

Em conversa com o New York Post durante uma exibição do filme, que aconteceu no Whitby Hotel, Blake contou sua técnica para não engordar, “Eu tenho uma foto de Gisele Bündchen usando um pequeno biquíni no meu freezer, ela fica no caminho até o meu sorvete”.

 

Fonte | Tradução e adaptação – Blake Lively Brasil

outubro 13, 2017  Priscila No comments Entrevistas

Em uma entrevista exclusiva para o The Times, durante a conferência de imprensa de seu novo filme, Blake Lively relatou ter sido regularmente assediada por um maquiador com quem ela trabalhou. “Ele dizia coisas de forma inadequada, insistindo em passar o meu batom com o dedo”, disse ela. “Eu estava dormindo uma noite no local e quando acordei, ele estava me filmando. Eu estava vestida, mas foi uma coisa muito voyeurista (prática que consiste num indivíduo conseguir obter prazer sexual através da observação de outras pessoas.) e aterrorizante”.

Blake disse que relatou o problema aos produtores do projeto, mas ela disse que nada foi feito. “Depois de três meses de queixa, eles me chamaram para o meu trailer e disseram: ‘Precisamos conversar com você’. Eu pensei: ‘Bem, finalmente, eles vão fazer algo sobre esse homem que tocou em mim o dia todo’. E eles disseram: ‘Seu cão fez coco atrás do banheiro em seu camarim e nosso zelador teve que limpá-lo. E isso é muito grave e não podemos deixar isso acontecer de novo'”.

Finalmente, Blake levou a questão do assédio a seu advogado. Uma investigação foi conduzida e o maquiador foi removido do projeto. Ainda assim, ela disse: “Nosso gerente de produção da unidade lhe escreveu e uma carta de recomendação porque ninguém queria que houvesse sangue derramado”.

 

Fonte | Tradução e adaptação – Blake Lively Brasil

outubro 13, 2017  Priscila No comments Entrevistas

Durante uma entrevista, na última terça-feira (10), para falar sobre seu novo filme, All I See Is You, Blake Lively foi questionada sobre o caso de Harvey Weinstein, o famoso produtor de Hollywood foi denunciado por diversas atrizes e funcionárias por assédio sexual.

Blake disse que, após ouvir os rumores sobre as acusações de assédio, espera que as pessoas saibam que esta história não é exclusiva de Hollywood. “Tão importante quanto ficar com raiva disso, é importante também dizer que isso existe em todos os lugares, então lembre-se de procurar em todos os lugares”, ela continua, “Essa nunca foi minha experiência com o Harvey, de qualquer forma, e acho que se as pessoas ouvissem essas histórias… Eu acredito na humanidade o suficiente para pensar que isso não teria continuado”, ela disse ao THR. “Nunca ouvi nenhuma história como essa – nunca ouvi nada específico – mas é devastador ouvir”.

Blake também falou sobre a importância de ouvir. “A primeira coisa que pode acontecer são as pessoas compartilharem suas histórias, precisamos escutá-las e confiar nelas, e as pessoas precisam levá-las a sério”, disse ela. “Isso não pode acontecer, isso não deve acontecer, e acontece em toda a indústria”. Blake continua, “Isso acontece com as mulheres em todo lugar, o tempo todo, até o ponto em que as mulheres nem sequer pensam que isso é um ataque real”, explica ela. “Muitas coisas aconteceram comigo, na hora de trocar uma roupa para um baile de formatura em alguma loja de roupas, por um diretor inapropriado, por um cara andando pela rua onde você pensa: “Ah bem, isso na verdade, não foi agressão sexual – esse cara apenas, agarrou meu traseiro”. Ela continua: “É importante que as mulheres estejam com raiva neste momento. É importante que haja uma revolta. É importante que não defendamos isso e que não nos concentremos em uma ou duas ou três histórias, é importante que nos concentramos na humanidade em geral e dizemos: ‘Isto é inaceitável’.

 

Fonte | Tradução e adaptação – Blake Lively Brasil



Página 1 de 512345